Namoravam,
ele era Plodo.
Terminaram,
hoje 
EX PLODO!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Licença poética.

O déspota solitário de Tallinn