Um tijolo, pequeno e duro, e outro, outro, cuspe pra fixar. Um tijolo, outro, outro, e outro. Meio tijolo, inteiro, meio tijolo, inteiro, meio tijolo. A porta, tijolos, a janela, tijolos, o banheiro, tijolos, outra janela, tijolos. Maison em francês, construída e pronta com paredes ornamentadas com gesso e todo detalhe que se tem direito na arquitetura contemporânea. Tudo é construção, todo homem nasce pra ser pedreiro. É erguer algo aqui, quando outro ali se desmonta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O déspota solitário de Tallinn