Não preciso de modelos, não preciso de heróis.

Escritores estão acima do bem e do mal, de toda dúvida, são o marketing do reino absolutista, escritores são deuses esfarrapados tecendo passado em papel. Não há ridiculo, há afoite e exposição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O déspota solitário de Tallinn