Divino Contemporâneo

Esses santos velhos canonizados na poeira inspiram uma vida em moldes valorosos, mas sob idéias retrogradas. Sim, por que não saímos montados nos nossos cavalos matando dragões com uma espada afiada, ou seria melhor se ficássemos nus e usássemos alguns panos de cortina enrolados frouxamente pelo corpo, um chinelo de couro, puxando mula de carga? Como assim inventaram o automóvel, só pode ser recente?! Moda, ensino superior, fazer comida, mulher trabalhar, de que lugar vocês vieram mesmo?
Oh, apocalipse! Os pregadores liberais/libertinos reprimidos, anunciaram um Santo de calça jeans e All Star, guitarra dependurada no ombro, um alargador na orelha e metade do corpo tatuado. Experimentou maconha, fez milagres embriagado e freqüentou casas noturnas de bebida cara e fama duvidosa. E é do bem? Não há o que impeça.

Louvemos uma nova era, pois é tarde que a outra se encera.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O déspota solitário de Tallinn