Bú!


Gaveta aberta
Pra memória escapar.
Mas será,
Não adianta, então?

Dicto: as manhãs retrazem
Aquilo que as noites
(inebriantes)
Apagam com convicção.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O déspota solitário de Tallinn

Sal