Palavras Apenas..

“A arte, de modo geral, é uma forma de protesto contra a morte.”
Lembro de ter lido certa vez em algum lugar..

Pequeno seja o estímulo emocional, de revolta, perplexidade ou afeto, sinto uma necessidade inquestionável de escrever algo, e guiado por um automatismo psíquico voluntário vou deixando os fatos crescerem livres e aleatórios nesse papel mecanizado. Sabe, por vezes nasce um poema a versos brancos interessante, contudo alguns com nem tanto êxito, mas indiferente à estética sei que há frente a mim um registro, artístico suponho, e aí está o meu protesto pessoal..

Paulo Coelho já propunha em sua obra:

“Escreva. Seja uma carta, ou um diário, ou algumas anotações enquanto fala ao telefone – mas escreva. Escrever nos aproxima de Deus e do próximo. Se você quiser entender melhor seu papel no mundo, escreva (...)”.

Pode ser de forma simples, sem demasiados surtos imaginativos, porém não tenha medo de explorar os cantos escuros de sua personalidade, ponha no papel seus planos malignos, suas perversões conjugais ou extra, tente centenas de vezes responder àquele “quem sou eu?” que persegue-o.. Comece estimulando a fome pelo aroma, e terás um almoço de palavras muito mais saboroso..

“Procure colocar sua alma por escrito, mesmo que ninguém leia – ou, o que é pior, mesmo que alguém termine lendo o que você não queria. O simples fato de escrever nos ajuda a organizar o pensamento e ver com clareza o que nos cerca. O papel e uma caneta operam milagres – curam dores, consolidam sonhos, levam e trazem a esperança perdida. A palavra tem poder”.

Exatamente ai está meu objetivo, tratar a respeito de psico, socio e (ou) filosofia, também política, vida pessoal e economia talvez, ter um prévio exercício do dissertar pensado para vestibulares, um grito de revolta pelas voltas desordenadas do mundo e incitar a ascensão cultural de quem se propor a ler. A palavra tem poder.

‘™

Comentários

  1. Hélder C. Pacheco15 de junho de 2008 17:34

    vamos ver
    como vai fikar
    o blog do Tédyy

    ResponderExcluir
  2. uma pessoa ja viu,
    não to tão mal assim!
    uashasasas

    ResponderExcluir
  3. To gostando até agora... é bastante complexo pra minha cabeça... mas acho bonito.. heheh... parabéns!
    bju

    ResponderExcluir

Postar um comentário

E tenha o teu dito a contribuição que preciso.

Postagens mais visitadas deste blog

O déspota solitário de Tallinn

Sal