Insanex, Flex, Um Ponto Oito



Destrógiro, levógiro
acho que fui bem..
Vou estar, sala, estar de
paixão, convincente, não de
dinheiro, compra, papel de
higiene, dental, escova de
vaso sanitário!

Amanhã mando um beijo pelo rádio
e você, já andou de trem?
Fique perto da antena pra pegá-lo
prefira os bancos da janela
pegue com vontade
mas não aperte demais
O beijo.

Ponto!
dois a zero pra mim!
Deixa que te ensino a manha
numa manhã de sol
parque, diversão de
criança, ferida, algodão na
boneca de, vó, pano da
camisa, social, evento de
Aniversário!
Sim, dia quatro do sexto mês
espect – ativa! Influência dadaísta..

Vem, ultimo feriado
Eu sento no banco encantado
que é meu sofá acabado e desconfortável
e descanso a coluna, do jornal
leio uma matéria, nádegas
de interessante, lembrei de um ex-colega agora.
Planos geográficos pra domingo
Estuda, estuda!

A vida é uma andorinha que voa de cabeça pra baixo
E defeca pra cima.
Como é que eu troco de canal?
De maduro vai ao chão,
(mama) Mamão! (deira)

“Guardai vossos Muiraquitãs”

‘™

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O déspota solitário de Tallinn

Historicamente Nú.